Notícias

Faleceu Madre Antónia Colombo, antiga Madre Geral das FMA entre 1996 e 2008

PPSS | jul 02, 2019

O funeral será celebrado no dia 3 de julho, em Milão, na igreja da Paróquia Salesiana de S. Agostinho, às 12 horas. O corpo será sepultado no cemitério de Nizza Monferrato.

madre-antonia-colombo

Faleceu ontem, dia 1 de julho de 2019, a Madre Antónia Colombo, Filha de Maria Auxiliadora, Madre Geral do Instituto entre os anos 1996 e 2008.
A Madre Antónia Colombo nasceu em Itália, em Lecco (Como), no dia 12 de abril de 1935. 
Laureada em Jurisprudência na Universidade Católica do Sagrado Coração de Milão, e licenciada em Psicologia Aplicada na Universidade Católica de Lovanio (Bélgica), foi docente e mais tarde diretora da Pontifícia Faculdade de Ciências da Educação, Auxilium.
Em 1990, durante o Capítulo Geral XIX, é eleita Conselheira Visitadora e, seis anos depois (CG XX-1996), Madre Geral do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora.  Com o seu Conselho procurou realizar a “profezia del’insieme”, um dos núcleos geradores mais queridos da sua animação e do seu governo, que pode experimentar também nos encontros com o Conselho Geral dos Salesianos, igualmente convictos da necessidade de um caminho de recíproca colaboração. Em 2001, participou como ouvinte da 10.ª Assembleia Ordinária do Sínodo dos Bispos, onde pôde confirmar seu amor pela Igreja. Em 2002, durante o Capítulo Geral XXI, é reconfirmada para o cargo por mais seis anos. No cargo, percorreu milhares de quilómetros nas suas viagens de animação às várias presenças das salesianas em todo o mundo. No início do seu mandato, na sua primeira circular, a Madre Antonia tinha escrito: "Entro em cada comunidade com ansiedade e com alegria" (n. 785).

Na casa de descanso de Santo Ambrósio Olona (Varese), nestes últimos anos viveu a purificação e o despojamento da doença. Em silêncio amor terminou a sua missão, dando a quem a encontrava o testemunho de uma feliz Filha de Maria Auxiliadora, na serena adesão ao desígnio de Deus.

Na noite de 1 de julho de 2019, a Madre Antonia alcançou a meta, vivendo agora, acreditamos, feliz na alegria de Deus para sempre.

O funeral será celebrado no dia 3 de julho, em Milão, na igreja da Paróquia Salesiana de S. Agostinho, às 12 horas. O corpo será sepultado no cemitério de Nizza Monferrato.